Mediações algorítmicas: o poder de modulação dos algoritmos do Facebook

Débora Franco Machado

Resumo


O artigo apresenta uma pesquisa sobre as implicações do uso de processos algorítmicos pelas plataformas de mídias sociais. O objetivo é analisar as dinâmicas e motivações para a criação desses códigos, buscando compreender o que muda em uma comunicação cada vez mais mediada e modulada por agentes humanos e não humanos. Para isso, revisamos a literatura acerca do uso de algoritmos e os debates sobre performatividade e objetividade por autores como Pasquale, Gillespie e Silveira. Também delimitamos o conceito de modulação na sociedade de controle (Deleuze). As hipóteses que guiam a pesquisa nascem do debate emergente sobre o possível poder de modulação comportamental que esses códigos carregam. A metodologia utilizada para a presente pesquisa foi a análise de duas patentes registradas pela empresa Facebook Inc.


Palavras-chave


Algoritmos; Modulação; Facebook; Big data; patentes.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Diretório e Indexadores

Directory of Open Access Journals

 

 

DOAJ (Directory of Open Access Journals): https://doaj.org/toc/2317-4919

Latindex: http://www.latindex.unam.mx/latindex/ficha?folio=24643

Seer/Ibict: http://seer.ibict.br/index.php?option=com_mtree&task=viewlink&link_id=3032&Itemid=109

Livre!: https://portalnuclear.cnen.gov.br/livre/Inicial.asp

Sumarios.org: http://sumarios.org/revistas/par%C3%A1graforevista-cient%C3%ADfica-de-comunica%C3%A7%C3%A3o-social-da-fiam-faam