Um jornalismo para chamar de meu? Algoritmos e o fenômeno da customização de notícias

Raquel Dornelas

Resumo


Este artigo tem como objetivo apresentar uma breve revisão teórica sobre o fenômeno da criação de noticiários hiperindividualizados, possibilitados por serviços e plataformas disponíveis na Internet. Percebendo que a prática tem ampla influência dos algoritmos, acionam-se discussões sobre o conceito de “algocracia” e “bolha informacional”, a fim de fornecer insumos teóricos sobre o processo mencionado. Sem desconsiderar o fato de que o jornalismo tradicional massivo ainda exerce ampla influência na sociedade e procura sobreviver se adaptando à lógica digital, conclui-se que é urgente tornar mais transparentes questões que estão por trás da oferta das novas ferramentas de personalização: a privacidade de dados dos usuários, os riscos de usos ilegais e a “financeirização” das informações.


Palavras-chave


Algoritmos; Algocracia; Bolha informacional; Redes sociais

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Diretório e Indexadores