Apurando as Notícias de Economia: uma análise da produção do The New York Times

Nikki Usher

Resumo


A crise financeira de 2007-2009 e suas consequências prolongadas têm provocado fortes reações sobre o jornalismo econômico como uma forma fundamentalmente falida de noticiário que não examina a economia de modo adequado. Para avançar no discurso sobre a crise financeira, é importante entender como os jornalistas produzem e criam notícias sobre negócios. Este artigo oferece um estudo sobre a produção noticiosa com base em cinco meses de pesquisa etnográfica no The New York Times durante a Grande Recessão e visa examinar algumas críticas comuns sobre o noticiário de negócios: que os jornalistas são orientados ao investidor, geralmente acríticos do sistema econômico capitalista mais amplo, e que fazem pouco jornalismo de fiscalização. Estas observações sobre o jornalismo de negócios são discutidas no contexto das principais críticas e oferecem pensamentos conclusivos no sentido de que tais críticas não bastam para explicar as limitações do jornalismo econômico.

Palavras-chave


noticiário de economia; jornalismo fiscalizador; jornalismo de responsabilização; crítica de mídia; discurso metajornalístico; economia política; The New York Times; crise financeira; etnografia da notícia; tomada de decisões em notícias.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Diretório e Indexadores